ABRATES em Foco

Missão cumprida em 2018 - levar tecnologia para a indústria

17/12/2018

O final de 2018 se aproxima. O ano foi de grandes desafios para a economia do país e também para o setor agropecuário. Seja na pesquisa ou no campo, os investimentos foram enxutos. Como consequência, o agricultor e a indústria exigem uma produtividade e eficácia cada vez maiores. Resultado que só se pode atingir com o emprego correto das tecnologias e com mão de obra altamente qualificada.

O resultado que se colhe no campo, começa na semente de alta qualidade. E para que se obtenha sementes de alta qualidade para as mais variadas culturas e para que essa qualidade seja mantida durante todo o processo de colheita, armazenamento e semeadura é preciso toda uma cadeia de profissionais atentos e capacitados.

Neste cenário, a ABRATES manteve-se firme no propósito de disseminar os resultados de pesquisa e, principalmente, de capacitar os profissionais do setor sementeiro nacional. “É preciso fomentar a pesquisa e, principalmente, encurtar a distância entre o resultado de pesquisa, a indústria e o campo.”, explica o presidente da ABRATES, Francisco Krzyzanowski.

Ao longo de 2018 ABRATES realizou cinco cursos, capacitando mais de 130 profissionais:  

  • VII Curso de Fisiologia de Sementes;

  • XI Curso Teórico-Prático de Formação de Amostradores de Sementes, em parceria com a UFLA;

  • VI e VII edições do Curso Teórico-Prático de Formação de Analistas de Sementes, em parceria com a UFLA;  

  • II Curso de Avaliação da Qualidade Fisiológica da Semente de Algodão, em parceria com a UFLA;

Informação de qualidade online
O novo site (www.abrates.org.br) permite uma comunicação mais próxima e efetiva com os associados e a comunidade científica, permitindo fácil acesso às notícias e publicações da Associação (Informativo ABRATES, Journal of Seed Science). Merece destaque também a Loja Virtual, que permite a aquisição de livros e publicações dentro e fora do Brasil com toda a transação realizada online. Alguns títulos disponíveis:   

  • Fisiologia de Sementes de Plantas Cultivadas, editado em Português, Espanhol e Inglês;

  • Sementes Florestais Tropicais: da ecologia à produção;

  • Sementes e propágulos – guia de identificação

  • Manual de Formação de Amostradores de Sementes

  • Manual do Analista de Sementes de Grandes Culturas

  • Manual de Procedimentos de Análise de Sementes Florestais

  • Vigor de Sementes – Conceitos e Testes

  • Sementes e Propágulos - Guia de Identificação

Recesso de Final de Ano
A ABRATES chega ao final de 2018 com a sensação de mais um ano de missão cumprida e para que todos possam descansar e repor as energias para construir um 2019 ainda mais frutífero, todas as atividades, publicações e setor de atendimento estarão em recesso de 24/12/2018 à 10/01/2019.

Atenção. quem quiser adquirir alguma publicação disponível na Loja Virtual e receber ainda em 2018, deve concluir a compra até o dia 17 de dezembro.

Um 2019 de forte integração entre ciência, indústria e campo

17/12/2018

Para 2019, o foco da Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes (ABRATES) se mantém na missão de oferecer qualificação aos profissionais da cadeia sementeira nacional e fomentar a produção científica voltada para sementes das mais variadas culturas. É desta forma que a ABRATES busca aproximar as tecnologias desenvolvidas pelas instituições de pesquisa do campo e da indústria.

Tanto o produtor rural tradicional, quanto aqueles dedicados à produção e a indústria de sementes se vêem diante do desafio de aumentar produtividade sem sacrificar a qualidade e, muitas vezes, sem expandir área de cultivo. Somado à esse desafio, a questão econômica exige um manejo adequado e escolhas cada vez mais assertivas. É preciso produzir mais - e melhor - com menos. Menos recurso natural e financeiro. Resultado que só se pode atingir com o emprego correto das tecnologias e com mão de obra altamente qualificada.

Confira abaixo parte da agenda de cursos já planejados para 2019 e garanta a sua participação. As vagas são limitadas e preenchidas sempre por ordem de inscrição.

  • XII Curso de Amostradores de Sementes | 23 a 25 de Abril de 2019

  • XIII Curso de Formação de Analista de Sementes | 8 a 12 de Julho de 2019

  • III Curso Teórico Prático da Avaliação da Qualidade Fisiológica de Sementes de Algodão | 12 e 13 de Novembro de 2019

Além dos cursos presenciais habitualmente promovidos e das publicações científicas, a ABRATES traz novidades para 2019. Será lançada a 2ª Edição do livro Vigor de Sementes - Conceitos e Testes, que já tem o grupo de autores definidos. Também ao longo de 2019, será definido o conteúdo científico para o XXI Congresso Brasileiro de Sementes, a ser realizado em Setembro de 2020.

Ensino à distância
Usar a tecnologia e inovação para aproximar ainda mais a ciência do campo e da indústria, esse é o objetivo da Associação ao apostar no Ensino à Distância (EaD). Em 2019 a ABRATES lança o primeiro Curso de Fisiologia de Sementes no formato em Ensino à Distância.  A meta é que outros cursos também sejam ofertados em EaD.

“Nossa diretoria tem considerado relevante a parte de ensino complementar já que muitos cursos com foco em sementes são ofertados apenas como disciplinas formais das Faculdades de Agronomia, o que impossibilita a participação dos profissionais que já atuam neste mercado e precisam atualizar seus conhecimentos. Além disso, em um país com território tão vasto e com carência de qualificação em diversas regiões, acreditamos que esse seja um caminho eficaz para qualificar cada vez mais profissionais e assim, contribuir ainda mais com a qualidade da Indústria Nacional de Sementes”, explica o presidente da ABRATES, Francisco Krzyzanowski.

Tecnologia de Sementes Florestais reúne pesquisadores e profissionais

17/12/2018

A Sociedade Brasileira de Restauração Ecológica (SOBRE) realizou a Segunda Conferência Brasileira de Restauração Ecológica (SOBRE2018), juntamente com o X Simpósio Brasileiro sobre Tecnologia de Sementes Florestais. Os eventos aconteceram em Belo Horizonte, MG, Brasil, de 21 a 23 de novembro de 2018 e reuniram aproximadamente 500 participantes.  

A Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes - ABRATES, por intermédio do Comitê Técnico de Sementes Florestais participou dessa importante realização através da publicação de uma edição especial do Informativo ABRATES (vol 28 nº 2), com os Anais do evento. “Por meio da edição dessa obra, a ABRATES tem a certeza de que está contribuindo de maneira efetiva para o aprimoramento das técnicas de produção de sementes de espécies florestais tropicais, o que resultará na obtenção de sementes da mais alta qualidade, fator esse primordial para a conservação e o manejo sustentado e integrado dos recursos naturais de nossas florestas tropicais”, afirma o vice-presidente da ABRATES, Fernando Augusto Henning.  

O Comitê Técnico de Sementes Florestais da Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes (ABRATES) foi criado em 1984 e tem como objetivo contribuir para a sistematização e difusão do conhecimento sobre tecnologia, colheita e análise de sementes. Desde então tem atuado como um importante agente de articulação e participação social na produção e capacitação técnica, assim como na fundamentação de políticas públicas que buscam o fortalecimento do setor.

Restauração ecológica
O tema central para os dois eventos foi o  “Ganho de escala da Restauração Ecológica no Brasil”. Todo o cenário da atividade no Brasil demanda um ganho de escala. É preciso cumprir com a legislação específica para  o tema (Lei 12.651/2012), obedecer uma política pública para tal fim (PROVEG, Política Nacional de Recuperação da Vegetação Nativa), além de estar atento aos serviços ambientais que devem ser conservados e restaurados  e às oportunidades econômicas e sociais do setor.

“Nós temos hoje um passivo ambiental estimado de 20 milhões de hectares, dos quais 12 milhões precisam efetivamente ser restaurados”, afirma o presidente da SOBRE 2018, Ingo Isernhagen.

Com o dois eventos, foram realizadas 40 mesas-redondas, cerca de 340 trabalhos apresentados,
tanto na forma de pôsteres como apresentações orais e, pela primeira vez, em vídeos. Toda essa programação buscou proporcionar diálogos e abordou temas inéditos com foco no cenário atual de sementes florestais no Brasil e no mundo, abordando temas variados como:

• Ecologia da Restauração como suporte à prática da Restauração Ecológica;
• Relatos e estudos de caso;
• Políticas públicas e governança / Impacto da legislação na oferta e demanda de sementes e mudas nativas;
• Extensão, capacitação e comunicação;
• Definição de áreas prioritárias para restauração ecológica;
• Produção e tecnologia de sementes nativas.
• Produção de sementes: cadeia produtiva, gestão e logística;
• Tecnologia de sementes florestais nativas: a importância da pesquisa para restauração;
• A semente na economia da restauração;
• Avanços na semeadura direta para restauração ecológica;
• A importância da qualidade genética da semente e a adaptação a mudanças climáticas em projetos de
restauração ecológica;
• A proposição de políticas e inovações tecnológicas para superação de gargalos produtivos e alcançar ganho de escala.

“Esse evento está trazendo a possibilidade da gente refletir e talvez esse seja o maior mérito. Estar vendo a restauração sob o ponto de vista ecológico, sob o ponto de vista profissional de silvicultura e de plantio.  A restauração é uma grande cadeia e pela primeira vez, em 20 anos, temos quem usa sementes, juntamente com que produz semente. Essa oportunidade é que fez com que esse evento se tornasse realmente uma marca.”, Explica a  Coordenadora do Comitê Técnico de Sementes Florestais, Juliana Müller Freire.

Os associados à ABRATES podem ter acesso à versão online do Informativo ABRATES (vol 28 nº 2) no site da Associação (www.abrates.org.br/informativo-abrates).

ESALQ sedia workshop sobre análise de imagens de sementes

17/12/2018

Entre os dias 26 e 30 de novembro, a Esalq/USP foi palco do ISTA ATC Workshop on Seed Image Analysis, promovido pela International Seed Testing Association (ISTA) - a mais antiga e a mais importante associação internacional para análise de sementes, fundada em 1924.

O evento, realizado no Laboratório de Análise de Imagens do Departamento de Produção Vegetal, sob a responsabilidade do comitê de Tecnologias Avançadas da ISTA (Advanced Technologies Committee – ATC), reuniu 30 profissionais de diferentes países: Dinamarca, Reino Unido, Holanda, França, Irã, Canadá, Peru, Argentina e Brasil. O workshop foi marcado pelo dinamismo, multidisciplinaridade e inovação tecnológica, com palestras e demonstrações práticas ministradas pelos principais especialistas do mundo na área de análise de imagens aplicadas para avaliação de sementes e plântulas. Várias técnicas não destrutivas foram abordadas na avaliação de sementes como:  

  • Espectroscopia do infravermelho próximo;

  • Análise multiespectral, a eletrofotografia;

  • Termografia de infravermelho próximo;

  • Análise radiográfica;

  • Fluorescência de clorofila;

  • Microanálise por fluorescência de raios X;

  • Microtomografia computadorizada de raios X;

  • Imagem por ressonância magnética;

  • Análise computadorizada de imagens de plântulas para avaliação do vigor de sementes.

ISTA ATC Workshop
Participantes durante atividades

O workshop proporcionou ainda a oportunidade de conhecer três importantes centros de pesquisa sobre análise de imagens no Brasil: o Laboratório Nacional de Luz Síncrotron (Campinas, SP), o Centro de Imagens e Espectroscopia in vivo por Ressonância Magnética – CIERMag/IFSC/USP (São Carlos, SP) e a Embrapa Instrumentação Agropecuária, também em São Carlos.

Os objetivos do comitê de Tecnologias Avançadas da ISTA consistem em representar uma conexão entre as inovações da pesquisa em desenvolvimento ao redor do mundo e os outros 18 comitês da ISTA, coletar e interpretar dados e opiniões sobre tecnologias avançadas e divulgar informações sobre estas tecnologias para a comunidade científica, coordenar e participar de pesquisas e testes envolvendo novas tecnologias em cooperação com outros comitês da ISTA e formular opiniões sobre as perspectivas do desenvolvimento tecnológico e sua aplicação na análise de sementes. Com o intuito de propagar informações sobre novas tecnologias, o comitê de Tecnologias Avançadas da ISTA tem promovido workshops sobre análise de imagens em sementes.

A excelência e a repercussão internacional das pesquisas desenvolvidas no Laboratório de Análise de Imagens do Departamento de Produção Vegetal da Esalq/USP foram determinantes na eleição do Brasil como sede do ISTA ATC Workshop on Seed Image Analysis, no ano de 2018. Desde a sua inauguração em 2001, o Laboratório tem sido referência nacional e internacional em pesquisas sobre análise de imagens de sementes e plântulas. Construído e equipado com o financiamento da FAPESP, possui, atualmente, equipamentos de última geração para análises de sementes e plântulas de maneira não destrutiva, sendo considerado um dos mais completos laboratórios do mundo no segmento.

Além da ISTA, a FAPESP foi patrocinadora do workshop, que foi coordenado pelo Dr. Francisco Guilhien Gomes Junior, responsável técnico do Laboratório de Análise de Imagens do Departamento de Produção Vegetal da Esalq/USP, vice-presidente eleito do comitê de Tecnologias Avançadas da ISTA e membro do Conselho Fiscal da ABRATES.

 
Edições
O que é ABRATES em Foco?

ABRATES Em Foco é uma publicação eletrônica dirigida aos nossos associados, colaboradores, parceiros, assistência técnica, produtores, estudantes, profissionais da indústria de sementes, pesquisadores, engenheiros agrônomos, lideranças, formadores de opinião e representantes da imprensa especializada, enfim, a todos aqueles que de alguma maneira fazem parte da rede brasileira de produção de sementes.

Os leitores recebem o ABRATES em Foco via e-mail e podem ler seu conteúdo no site da ABRATES.

Destinamos o ABRATES em Foco à publicação de conteúdo jornalístico, informações técnicas, notícias de interesse para a indústria de sementes, além de manter os associados atualizados quanto às ações institucionais da ABRATES.

A publicação também poderá auxiliar a divulgação dos avanços e pesquisas nas áreas de Ciência e Tecnologia, publicados no Journal of Seed Science, antiga Revista Brasileira de Sementes (RBS), e no Informativo ABRATES.

Os leitores encontram aqui um espaço para apresentar opiniões, enviar sugestões de pautas para matérias técnicas, novidades do setor, evoluções tecnológicas do segmento, entre outros assuntos.

Para contribuir, envie seu texto, sugestão ou crítica para abratesemfoco@abrates.org.br

Torne-se um associado

E integre uma importante rede de pesquisa e ciência

Associe-se

Inscreva-se agora e receba nossa newsletter