Notícia

25 Set
  • nenhum comentário
    Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto

69º Curso DIACOM: Tetrazólio e Patologia de Sementes para divulgação

O teste de tetrazólio permite conhecer a viabilidade e o vigor da semente sem as interferências do processo de infecção causado por patógenos que a acompanham. O teste de patologia de sementes, através do método do papel de filtro umedecido, permite identificar os principais fungos que interferem no teste padrão de germinação.

DIACOM | Diagnóstico Completo

As informações fornecidas por estes dois testes permitem o Diagnóstico Completo (DIACOM) da(s) causa(s) do(s) problema(s) de qualidade na semente de soja, ao nível de laboratório de análise. Assim, através do DIACOM, é possível evitar o descarte de lotes cujas causas de baixa qualidade no teste de germinação sejam Phomopsis spp. e Fusarium pallidoroseum (syn. F. semitectum). Outro aspecto importante é a possibilidade de identificação dos patógenos importantes para a qualidade da semente, permitindo a seleção do(s) fungicidas mais adequado(s) para o seu tratamento.


Objetivo

Apresentar tecnologia adequada para avaliar corretamente a qualidade das sementes de soja e identificar as causas de descarte de seus lotes devido à baixa germinação no teste de laboratório. Os participantes do curso terão acesso a conhecimentos gerais suficientes que permitam realizar o teste de tetrazólio e patologia de sementes, com qualidade e precisão.

Carga horária: 35 horas.

Duração: 5 dias.

Público alvo: Profissionais das áreas de produção, análise, extensão, ensino e pesquisa em sementes.


Metodologia

Nas práticas de laboratório em tetrazólio serão apresentados conhecimentos que permitam aos alunos identificar danos mecânicos, térmicos, deterioração por umidade ou danos causados por percevejo além de estimar os níveis de vigor e o potencial de germinação da semente. Nas práticas de patologia de sementes haverá treinamento quanto à instalação, condução e avaliação do teste de sanidade em sementes de soja, permitindo a identificação das estruturas dos principais patógenos da semente: Phomopsis sp., Fusarium spp., Colletotrichum truncatum e Aspergillus spp.

A programação teórica abrangerá conhecimentos básicos a respeito das metodologias dos testes, bem como informações recentes sobre tecnologia de produção de semente de soja e avaliação da qualidade e tratamento de sementes.

 

LOCAL DO EVENTO

 

Embrapa Soja

Rodovia Carlos João Strass
Distrito de Warta,
Londrina, PR
CEP: 86001-970

Fone: (43) 3371-6361 / 3371-6067

 

 

Embrapa Soja

O curso é realizado na unidade Embrapa Soja, localizada na Rodovia Carlos João Strass - Distrito de Warta, PR, com distância aproximada de 18km do centro da cidade de Londrina/PR. A Embrapa Soja é uma das 47 unidades de pesquisa da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa.

Sua contribuição histórica ao agronegócio da soja no Brasil coloca a Unidade como referência mundial no desenvolvimento de tecnologias para a cultura em regiões tropicais. Entre suas contribuições estão o desenvolvimento de cultivares adaptadas a regiões de baixas latitudes, o controle biológico de pragas, as técnicas de manejo e conservação do solo, entre outras.

 

LINK PARA INSCRIÇÕES: http://eventos.conferencebr.com/69diacom/index.php?menu=inscricao

deixe seu comentário

Tags Clouds


Torne-se um associado

E integre uma importante rede de pesquisa e ciência

Associe-se

Inscreva-se agora e receba nossa newsletter