Florianópolis irá sediar a edição de 2015 do Congresso Brasileiro de Soja
05/02/2017

A cidade de Florianópolis, SC, foi escolhida para sediar a edição de 2015 do Congresso Brasileiro de Soja. Promovido e realizado pela Embrapa Soja, o evento é o principal fórum de discussões técnicas do complexo soja brasileiro. A 7ª edição do evento será realizada no Centro de Convenções de Florianópolis (CentroSul), de 21 a 25 de junho de 2015, e deve reunir cerca de 2000 participantes. ?Para a escolha de Florianópolis, consideramos a localização geográfica, comodidades e instalações do centro de convenções e pesquisas internas com os participantes e patrocinadores do evento?, explica Alexandre Cattelan, chefe-geral da Embrapa Soja.

É a primeira vez que o evento será realizado em Santa Catarina. ?Além desses fatores, Florianópolis é uma capital com boa qualidade de serviços, grande hospitalidade, próxima aos nossos vizinhos do Mercosul, cuja participação no evento cresce a cada edição,  e ainda oferece opções de turismo para o participante do evento?, detalha Cattelan.

O Congresso Brasileiro de Soja se destaca por reunir um grande número de produtores, profissionais da assistência técnica e pesquisadores. O evento conta com importantes nomes da pesquisa e do agronegócio brasileiro e internacional para debater os desafios atuais e as perspectivas de um dos principais segmentos da agricultura brasileira.

A programação técnica abrange as principais questões que afetam o setor produtivo, rumos do mercado, gargalos de logística e de armazenamento de grãos no país. Assuntos na fronteira do conhecimento, apresentados na forma de trabalhos científicos, também são destaques a cada edição do Congresso, que conta ainda com uma grade de cursos técnicos para o participante. Outra grande atração do evento é a feira que reúne as principais empresas do segmento. ?É um espaço muito valorizado, pois possibilita uma rica troca de experiências entre o público participante e os grandes expositores do setor?, enfatiza Cattelan.

Até a realização do Congresso, em 2015, o Brasil deverá ter se consolidado como o novo líder mundial na produção de soja. O grão de ouro, como é chamada a soja, tem gerado divisas e crescimento em diferentes regiões do país, provocando uma revolução pouco vista em outras regiões do planeta.

O crescimento da produção de soja impactou enormemente a economia brasileira. A soja foi o principal motor de desenvolvimento do cerrado, contribuindo para o desenvolvimento de cidades em regiões praticamente desabitadas e ajudou a transformar pequenos núcleos urbanos em metrópoles regionais. Hoje, a cultura tem um importante peso na balança comercial, gera empregos indiretos e qualidade de vida para a população. Dentro da porteira, o Brasil se tornou um exemplo de eficiência em produção agrícola. Mas ainda há muitos desafios. ?Temos uma preocupação intensa focada na produtividade e na sustentabilidade da agricultura brasileira. E este evento é um momento ímpar, pois nos permite reunir todos os atores envolvidos no complexo soja para debater e refletir sobre os desafios, impasses e as consequências de nossas atividades?, destaca o chefe-geral da Embrapa Soja, Alexandre Cattelan.

Fonte: Assessoria de Imprensa ? Embrapa Soja
Carina Rufino (MTB3914-PR)
Voltar para o ABRATES Em Foco