Notícia

15 Jun
  • nenhum comentário
    Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto

Homenagem ABRATES ao pesquisador José Marcos Gontijo Mandarino

Homenagem ABRATES ao pesquisador José Marcos Gontijo Mandarino

A ABRATES – Associação Brasileira de Tecnologia de Sementes, presta sua homenagem ao pesquisador José Marcos Gontijo Mandarino, pesquisador da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) que nos deixou no último sábado, 13 de junho de 2020, vítima de COVID-19, em Londrina, Paraná.

O pesquisador fez parte da equipe técnica que conduziu o projeto Qualigrãos da Embrapa, entre as safras de 2014/15 a 2018/19, que avaliou, entre outras características da soja, o teor médio de proteína do grão brasileiro.

Madarino também era membro da equipe de Genética e Melhoramento da Embrapa Soja, e uma de suas grandes contribuições foi na área de soja na alimentação humana, tendo atuado no programa “Soja na Mesa” a partir de 1995 onde dava continuidade ao trabalho e ampliava sua atuação. Na Cozinha Experimental da Embrapa Soja foram desenvolvidas receitas à base de soja e produzidas publicações que pudessem ampliar seu uso. O Programa tinha duas vertentes, de um lado, o desenvolvimento de cultivares de soja adaptadas ao consumo humano in natura e, por outro, ações de educação e informação sobre a utilização da soja na culinária, sobre as qualidades nutricionais da soja e seus benefícios à saúde.

Com a ampliação do programa, a equipe de pesquisadores publicou diversos livros de receitas, além de publicações promocionais e técnico-científicas. Também foram organizados cursos de culinária e treinadas milhares de pessoas. Em 2008, a equipe formada pelos pesquisadores Mercedes Concórdia Carrão Panizzi, José Marcos Gontijo Mandarino, Vera de Toledo Benassi e Marcelo Álvares de Oliveira venceu o Prêmio Péter Murányi com o Programa da Embrapa Soja para incentivo de utilização da soja na alimentação humana.

O pesquisador era graduado em Farmácia Bioquímica e possuía mestrado em Ciência e Tecnologia de Alimentos. Tinha grande experiência nas áreas de Química e Bioquímica, com ênfase em análises físico-químicas, cromatográficas e de enzimologia, atuando principalmente com soja e derivados.

Pela ABRATES publicou vários artigos na Revista Journal of Seed Science

  1. QUALIDADE FISIOLÓGICA, CONTEÚDO E ATIVIDADE DE ANTIOXIDANTES PRESENTES EM SEMENTES DE SOJA ENVELHECIDAS ARTIFICIALMENTE: https://www.abrates.org.br/journal-of-seed-science/artigo/qualidade-fisiolgica-contedo-e-atividade-de-antioxidantes-presentes-em-sementes-de-soja-envelhecidas-artificialmente
  2. EFEITO DO PERIODO DE ARMAZENAMENTO NOS TEORES DE ISOFLAVONAS E NA QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE SOJA CONVENCIONAL E TRANSGÊNICA: https://www.abrates.org.br/journal-of-seed-science/artigo/efeito-do-periodo-de-armazenamento-nos-teores-de-isoflavonas-e-na-qualidade-fisiolgica-de-sementes-de-soja-convencional-e-transgnica
  3. AVALIAÇÃO DO CONTEÚDO DE LIGNINA DO TEGUMENTO DE SEMENTE DE SOJA ARMAZENADA EM AMBIENTE CONTROLADO: https://www.abrates.org.br/journal-of-seed-science/artigo/avaliao-do-contedo-de-lignina-do-tegumento-de-semente-de-soja-armazenada-em-ambiente-controlado
  4. COMPONENTES DO RENDIMENTO, TEORES DE ISOFLAVONAS, PROTEÍNAS, ÓLEO E QUALIDADE DE SEMENTES DE SOJA: https://www.abrates.org.br/journal-of-seed-science/artigo/componentes-do-rendimento-teores-de-isoflavonas-protenas-leo-e-qualidade-de-sementes-de-soja

E também no Informativo ABRATES, Determinação de suberina em sementes de soja - método gravimétrico1 ttps://www.abrates.org.br/img/informations/d4716f0c-b729-41f8-a2e2-daffbdce7857_IA_v25n3_19dez_(1).pdf

A ABRATES reconhece, agradece a dedicação e o trabalho prestado ao Brasil e em especial para a Ciência e a Tecnologia de Sementes Brasileira e se solidariza a família.

 

Fonte: Embrapa Soja e arquivos ABRATES

 

deixe seu comentário



Torne-se um associado

E integre uma importante rede de pesquisa e ciência

Associe-se

Inscreva-se agora e receba nossa newsletter